Curioso, apenas!


                “Você sabia que já fui atingido por um raio sete vezes?” A partir dessa história fiquei fascinado por um mundo curioso ao qual me contaram e consequentemente um pouco surreal. Ontem, aproveitei o fim da tarde que se aproximava para dar a graça de curtir a sétima arte e conferir esse “conto” tão bem estruturado em seu caráter primitivo. Ao longo de quase 3 horas de duração me deleitei em um universo mágico, produzido com tamanha riqueza de detalhes (planos abertos, fechados, em detalhe, tão bem utilizados para dar vazão aos efeitos de maquiagem muito sutis, tomadas e takes inseridos em transições homogêneas, movimentação das câmeras de uma extrema precisão) e amarrado em um roteiro com características semelhantes à vida real. Assim, “O Curioso Caso de Benjamin Button” me encheu os olhos de lágrimas e me fez perceber o quão somos insignificantes num mundo em que tudo é possível. Façam da minha sugestão realidade e vá conferir esse produto do mundo cinematográfico.

 

RPh A.

 

 

 

 

Anúncios