Vermelho


Assim como o mar pode um dia ser vermelho os seus lábios que semicerram ao contato dos meus também podem, seus olhos quando refletidos na luz do sol resplandecem esse meu vermelho, que tem sede de amor, amor vermelho que paralisa meus sentidos quando sua mão toca minha face, meu rubor automático mostra o vermelho desse amor que quer ser consumado. O que sinto por você não passa, o tempo não passa, cada medida sua, cada curva que percebo através desse tempo arrastado quando estou com você que se aproxima entre meus dedos num contato direto entre nossas peles, cada toque um ponto vermelho em nossos corpos. Um surto de desejo, uma sensação plena de prazer, o erotismo de ambas as partes fortalece esse sentimento colérico que me torna insano, que me cega os olhos, olhos vermelhos de raiva por não poder destroçar teu corpo com a força mutua do meu. Preciso com urgência tirar esse amor vermelho da minha mente e entender que ele só me faz ficar mais louco por você. Vermelho.

Rapha.

Anúncios