A retórica do satanás


 

Tentei, juro que tentei de todas as formas parar de pensar em certas coisas, mas não da mais, a Bruxa do 71 não arreda o pé do meu sótão, que coisa mais chata e o pior ainda insiste em trazer o satanás junto, aquele cachorro que ela tanto estima e cria como se fosse um filho, oh destino cruel esse o meu, como louco meu mundo pode ser, justo por esse monstro insistir em bater na porta da minha sala que desejo de todo coração que fosse oculta, mas infelizmente isso é sonho. Peço, imploro, pare de me amedrontar com essas artimanhas fajutas, isso só me faz ficar mais nervoso, não surta o efeito desejado, se isso for o que pensas não vou largar o osso nunca, se for para morrer no cansaço tenho certeza de quem morre primeiro é você, claro que o tempo e sua idade juntos irão me ajudar, o único fato que me deixa puto, é talvez, o fato de permanecer o satanás e sua retórica de educação tratada da Bruxa do 71, torço que esse satanás no futuro seja um anjo, gosto da idéia de existir um santanás-anjo, essa antítese me agrada muito, logo penso, “vá de ré satanás” pare de pensar nessa Bruxa. Para terminar, Bruxa você junto com a Branca de Neve forma um belo par.

 

Rapha.

Anúncios