O que o Rapha foi fazer em Recife? (parte 2)


polaroidraphafinal

Este início de semana guarda muitas surpresas, depois que a “farra” da família durante o final de semana acabou e, consequentemente, resultou na ida deles de volta pra Maceió, restou-me apenas a solidão na capital recifense.

Hoje no final da tarde voltando de minhas idas ao calçadão da praia de Boa Viagem, liguei para minha “chefe” de Criação aqui da Maurício de Nassau de Recife, acertamos todos os detalhes de como será meu treinamento, das horas e momentos que passarei naquele prédio – abaixo, na foto – que todos dizem ser muito bonito. Por certo muitas pessoas, que conheci durante meus quase dois anos de instituição, irei rever. Serão momentos únicos de desafios e novos obstáculos, mas, com toda certeza, irei enfrentá-los como total rigor. Serei voraz em meus desejos e transcenderei qualquer problema ou algo parecido, pois, como sempre falo, precisamos voar e ter a certeza que somos bons o suficiente para destruir tudo o que há de ruim que possa atravessar nossos caminhos. A Nassau de Recife se mostra dessa forma, mas nada que um pouco de muita descontração e folia não posso reaver conquistas.

predio_blocoe

Assim, esse é o segundo fator que Recife está me proporcionando, mais um valor agregado pra minha pessoa, mais um diferencial que posso carregar na bagagem. O que mais me espera depois dessa? Quem sabe uma grande noitada numa das boates de Boa Viagem? Acho que não, nunca fui dessa. Fiquem ligados, mais novidades estará por vir.

Rapha Fernandes

Anúncios