Grandes Nomes e ponto.


polaroidbeta

Já faz tempo que ter um “grande ator” em um filme vai fazer deste o próximo “grande sucesso”, afinal, sucesso atualmente vem sendo mensurado de uma forma tão inconstante…qual foi o último filme a arrecadar mais em seu final de semana de estreia?

Acho que os renomados diretores e atores do passado ficam abismados com o q ese tornou a sétima arte. Bom, mas deixando a crítica cinematográfica de lado, falo agora como cinéfila e lhes conto como foi ir ao cinema ontem para assistir ao SEQUESTRO DO METRÔ 123.

Título original: Taking of Pelham 1 2 3

Ano: 2009

Baseado no Livro: O sequestro do Metrô (by John Godey)

Insatisfeita….essa foi minha sensação ao deixar o cinema após assistir ao que poderia ter sido um momento de brilhantismo, mas o desfecho fez seu papel de vilão.

Com Denzel Washington e John Travolta na mesma tela eu esperava muito mais. Não vou menosprezar totalmente o filme, pois na verdade o que deixou a coisa ruim foi o fim, mas eu já devia esperar por isso, afinal o diretor (Tony Scott) já é conhecido por deixar suas produções “previsíveis”. Como uma cinéfila de carteirinha, antes de ir ao cinema eu sempre procuro me inteirar do que vou pagar para assistir, quando descobri que a história é baseada em um livro de grande sucesso e que na década de 70 já houve uma adaptação eu não me segurei e fui correndo escolher uma poltrona vermelha alcochoada no melhor lugar do cinema (que não tinha nem 10 pessoas).

Depois de 1h40 decobri algumas coisas:

1- John Travolta finalmente conseguiu fazer um vilão digno de elogios;

2- Denzel tem a força…sério, o ator é simplesmente um camaleão;

3- Os personagens de Denzel e Travolta poderiam ter uma série própria na Tv. A relação dos dois na tela foi incrível (até um pouco antes do fim);

4- Em 2 semanas poucas pessoas não vão lembrar que assistiram ao filme;

5- Preciso ver a versão de 1974. 

 

Anúncios