A Síndrome de “Estou Como?”


polaroidraphafinal

“Vez ou outra o tema Síndrome de Estocolmo vem à tona na mídia em geral. […] resolvi falar da síndrome de “Estou como?”.

Trata-se de um distúrbio comportamental muito comum em mulheres. Não importa a idade, classe social, orientação sexual, time do coração, lugar do mundo…

Basta ser mulher e provavelmente você sofre desse problema. Na verdade, quem mais sofre não é o portador do mal, é o namorado, o marido, o companheiro, o amigo…

Bem, a descrição do problema é simples. Basta ver algum portador da síndrome se olhando num espelho e já se percebe que há um incômodo na cena.

Se for uma pessoa próxima, provavelmente ela vai olhar pra você e dizer: “Estou como?” (repare na sutiliza que dá nome à síndrome). Até aí, tudo bem, afinal é uma pergunta simples, basta responder e tudo estará bem.

O grande problema é que apesar de ser uma pergunta simples, a resposta não é. Não importa o que se diga, não será tido como sincero. Se você disser: “Você está bem”, então escutará, “Bem o que? Bem Gorda? Bem Velha? Bem acabada?”; Caso diga: “Já esteve melhor”, então escutará um “Você agora me trata como lixo”; Fale : “Você está linda”, então vem o “Fale a verdade, você tem outra e está se sentindo culpado?”; Mas se você disser: “Mais bonita do que jamais esteve!”, aí lascou, vai ter de ouvir “Quer dizer que sempre fui feia e estou melhorando agora? Você também nunca foi lá essas coisas. E tem mais…sem contar que…”. Pronto diga adeus ao que um dia chamou de paz.

Resumindo, é sinuca de bico, quanto à saída perfeita? Não sei, mas está aberta a discussão, caso saiba de algo deixe o comentário. Quem sabe com isso a gente resolve o maior gerador de conflitos deste planeta?!?!?”

Rt: http://quemmexeunomeuovo.blogspot.com/

Rapha Fernandes

Anúncios