Tv, igreja e quimeras | parte 2


polaroidraphafinal

Como já fora divulgado aqui, as igrejas estão galgando cada vez mais uma liderança utópica através de redes de comunicação. Assim, a Tv Alagoas, mais um alvo dessa poderosa “quimera”, foi crucificada por muitos, como sendo uma traidora do patrimônio alagoano. Porém, de outro lado, o SBT não vai deixar passar apenas como algo simples de ser ignorado. Logo, o SBT informa qual é a ordem dos acontecimentos e como está se colocando diante do rompimento do contrato de afiliação por parte da TV Alagoas, que passou a transmitir a programação da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Segue o posicionamento do SBT diante do fato:

1) o SBT foi comunicado na tarde de sexta-feira (11/09), por email enviado pela TV Alagoas, do rompimento do contrato de afiliação;
2) em 14/09 (segunda-feira), o SBT ingressou com uma ação cautelar contra a TV Alagoas, para que fosse determinada manutenção dos sinais de televisão gerados pelo SBT. A liminar foi concedida pelo Juízo da 21ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo, sendo determinado o cumprimento sob pena de caracterização do crime de desobediência;
3) na mesma data (14/09) foi enviada a carta precatória para Maceió, para a intimação da TV Alagoas da decisão judicial;
4) a TV Alagoas foi intimada da decisão judicial na tarde de 15/09 (terça-feira), quando deveria ter retornado à transmissão dos sinais de televisão do SBT;
5) pelo que temos conhecimento, a TV Alagoas não retornou a transmissão dos sinais do SBT, o que tipifica o crime de desobediência à ordem judicial;
6) estamos aguardando o retorno da carta precatória, para requerermos a instauração de procedimento criminal contra a direção da TV Alagoas, pela prática do crime de desobediência.

Enfim, vamos esperar as cenas dos próximos rounds, mas que fique claro estou torcendo demasiadamente que o SBT ganhe, não agüento mais ver aquele “macaco” metido a pastor.

 

Rapha Fernandes

Anúncios