Amizades são vícios


Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles. Nunca conseguimos entender nossas vidas sem a presença desses seres que chamamos de “amigos”. Mas também, existe aquele que se torna vício, forma constante de enlouquecer a vida, desmoronar os sentimentos e vivenciar experiências constantes de amizade “eterna”.

Amizade essa que cultivo, que criou vida própria em meus pensamentos e se instalou como droga no ciclo dos meus vícios. Tão importante para mim és tal magnitude que transformo em palavras meu carinho e devoção por Arlison Brito (foto). Um grande amigo.

Dizem que amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, pois permite que o objeto dessa experiência se divida em outros afetos, mas não concordo do fato. Esses dois fatores caminham juntos, corroboram para o engrandecimento de uma relação e fortalecem os laços que impedem uma separação, é vício constante pela presença do outro em nossas vidas, assim como nossa amizade. É saber que até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos saibam o quanto dependo de suas existências.

Hoje sou dependente dessa amizade, parece que Arlison me fez assim, causador de gentilezas. Mas o que falar dele? Pode parecer difícil, quase incompreensível de se analisar, mas ele é a figura que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo. Uma busca incessante pela perfeição. Trazer à tona a qualidade de uma amizade forte e inigualável. É aquele que te diz ‘eu te amo’, sem qualquer medo de má interpretação. Amigo que te ama ‘e ponto’. É verdade e razão, sonho e sentimento. Agitado ou aparente, humano, fonte de erro, passível ao fato, assim como todos. É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior. Fonte de indagação, persistente, às vezes lunático, sarcástico, mina de inspiração. É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem sofre com seu sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus pensamentos. Aquele que não sabe cozinhar, mas que está presente na hora do rango. Que bota a mão na massa, corre atrás, que deseja sempre o melhor, conquista espaço, se aventura nos enredos do jornalismo escrevendo os fatos do dia, que transforma o “achismo” em veracidade. É o achar daquilo que você nem sabia que buscava. É amizade viciante, um amigo pra sempre, mesmo que o sempre não exista.

Mas são nos pequenos detalhes, aqueles poucos que ninguém se preocupa em conhecer, que fazem da nossa amizade ter um toque especial. É se preocupar com o gosto, estilo. É entender o mínimo dos desejos. É saber que sua cor preferida é azul, que gosta de comer massas, mas adora uma feijoada. É conhecer suas fraquezas, entender seu medo. É saber que ele não teme a morte, mas a perda de ente queridos abala seus pensamentos. Descobrir que seu gosto musical é diferenciado: LOUNGE. Saber dos seus momentos únicos, como no dia em que se perdeu no Egito ou quando nos deparamos que gostamos da mesma música “Preciso dizer que te amo”. Adora escrever, ama a profissão que carrega, detesta futebol, bebe socialmente, na verdade apenas vinho. Não fuma. Possui uma Fé inabalável e um orgulho impecável. Viciou em um CD que lhe entreguei de presente, acredito que já deve ter criados buracos de tanto que ele escuta. Ama a família a cima de todos os fatores. Liga-me nos momentos de tristeza, como também nos de alegria ou até mesmo para jogar conversa fora. Possui uma voz inebriante.

Não preciso mais me aventurar em destecer tamanhas qualidades nem enaltecer minhas vontades. Sonhos, esses valem compartilhar, sabendo que o meu único, para com esta amizade, é que ela dure para o resto do tempo que nos permitir. Que seja fonte de enriquecimento para nós. Que transcenda as expectativas de qualquer outra amizade, pois essa é a melhor forma de se conquistar verdadeiras esperanças.

Porém, mesmo que a vida não me permita tê-lo sempre ao meu lado, trabalhando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, ela me possibilitou conhecê-lo e fazer dele uma parte sempre visível de minha personalidade e de minha vida e, talvez, seja por isso que agradeço tanto a ela por tê-lo colocado como um grande amigo.

Anúncios