A filosiofia do Mestre dos Magos


Havia um jovem garoto que desejava muito ser um exímio lutador de Kung-Fu. Seu desejo era o de igualar o seu mestre – e um dia vir a superá-lo. Todos os dias, acordava muito cedo para ir ao templo Shaolin praticar. Como todas as crianças de sua idade, o jovem garoto era muito impaciente, queria logo atingir o nível do mestre.

– Mestre, se eu treinar 5 horas seguidas por dia, em quanto tempo chegarei ao seu nível? – perguntou o garoto ao seu professor.
– 10 anos! – respondeu rispidamente o velho mestre.
– E se eu treinar mais tempo, 8 horas por dia?
– 15 anos!
– E se eu treinar 12 horas por dia, só me dedicando ao Kung-Fu?
– 30 anos!
– Mas como é possível? Quanto mais tempo pretendo me dedicar, maior o prazo para chegar ao seu nível?
– Quando se tem um olho fixo no objetivo, resta apenas um para enxergar o caminho.

Não podemos apenas nos brandir desesperadamente de nossas metas e esquecer de lembrar o “caminho”, a trilha que esquematizamos ao longo da vida. Será nesse momento que iremos nos deparar com a triste realidade das justificativas, onde o meio por onde galgamos é melhor do que a chegada alcançada. É nessa jornada que estão guardados os verdadeiros tesouros que tanto buscamos.

Rapha

Posted via web from Rapha Dois Reais

Anúncios