THE VOICE – novo show de talentos americano


 Uma década, esse é o tempo que AMERICAN IDOL tem dominado a Tv americana e conquistado milhares de fãs por todo o mundo. Mas apesar de ser um programa ótimo para assistir e acompanhar, faz tempo que a mesma fórmula, reprisada e reutilizada em outros países (como o ÍDOLOS aqui no Brasil) tem se tornado cansativa.

Eu sou uma fã de música e dou chance a qualquer som antes de fazer alguma crítica pessoal, então o AMERICAN IDOL para mim é ótimo, mas este ano não engatou ainda. As mudanças na bancada de jurados trouxe um refresco, não por serem novos, mas sim pela personalidade hilariante e enebriante de STEVEN TYLER, a retomada de atitude de RANDY JACKSON (que há anos ficou como pano de fundo para Simon Cowell) e a mistura de amor e ódio de JENNIFER LOPEZ. Os técnicos que ajudam os participantes durante todo o programa também ganharam fama, trazendo à tona o trabalho difícil e energizante que eles tem de fazer junto aos IDOLS para que os telespectadores recebam uma boa qualidade musical em cada canção.

Mas apesar de falar tanto sobre o IDOL, este post é pra comentar sobre um novo programa que me cativou recentemente quando por acaso baixei o primeiro episódio com 1h25 de duração. Estou falando do THE VOICE. O show também trata de música, mas tenta nos mostrar de uma outra forma as mesmas coisas.

THE VOICE é comandado por 4 nomes da indústria musical, que tem estilos, vozes e personalidades totalmente diferentes e que conseguem nos puxar e envolver. ADAM LEVINE (vocalista do MAROON 5), CHRISTINA AGUILERA, CEE LO GREEN (vocalista do GNARLS BARKLEY) e BLAKE SHELTON (grande nome da música country americana).

Cada um fica sentado em uma poltrona de costas para o palco enquanto o candidato (selecionado previamente pela produção durante uma etapa anterior ao que é mostrado no programa) canta durante um minuto e meio, se os “treinadores” (como são chamados) gostarem do que estão ouvindo, eles apertam um botão para que a poltrona vire e ele possa ver o resto da música vendo o candidato. Ao fim do tempo, se apenas um dos treinadores tiver apertado o botão, o candidanto fará parte de sua equipe, caso mais de um treinador aperte o botão, o candidato é quem deverá escolher entre eles.

Palavras de telespectadora: “Gente, é tão legal…hehe”

Cada treinador vai escolher 8 cantores para formar sua equipe, que nas próximas etapas do show vai competir entre si e com as outras. Por enquanto, no primeiro episódio, cada um deles já selecionou 3 músicos.

O mais legal de tudo é que THE VOICE, deixa bem claro já com o nome do programa, não tá preocupado em julgar a aparência de ninguém  –  como muitas vezes vemos em AMERICAN IDOL (quando um dos jurados adora a voz e depois fica dizendo que o cara não tá pronto, que não tem isso ou aquilo, só pq acordou e vestiu uma camisa diferente…a, me poupem)  –  além de tudo, é muito divertido ver a interação entre os 4 treinadores, que estão ali para no decorrer de toda a temporada prepaprar da melhor forma possível seus escolhidos, ensinando sobre a indústria e mostrando os caminhos para o sucesso que eles já conquistaram.

Não há previsão de que o programa chegue tão cedo por aqui, mas você encontra ele facinho pra baixar. Por enquanto só saiu o 1º episódio e como MUSICHUNTER (para não dizer catadora de música. hehe) já baixei – com dificuldade de achar – todas as músicas que mais gostei, principalmente a versão de CRAZY (do Gnarls Barkley) cantada pelos 4 treinadores logo no debut do show (vídeo abaixo) e também tem o vídeo de uma das cantoras que ficou no grupo do CEE LO GREEN cantando maravilhosamente bem ROLLING IN THE DEEP (versão original da ADELE).

Anúncios