O micro poder e o sistema de consumo


Atualmente as relações interpessoais vêm se caracterizando como fonte de desconfiguração do modelo de comportamento social, onde o individuo se torna dono do seu próprio modo de viver, cada vez mais individualista, originando um micro poder.  Os efeitos são incontestáveis, mas sempre nos levam a pensar que a cada dia a forte multiplicação de mecanismos tecnológicos tem influenciado nossa maneira de agir, pensar e, conseqüentemente, comprar.

Segundo Michel Foucault, há uma rede de micro poderes, locais, familiares e regionais, com uma variedade de conflitos, dotados de articulações que são tomadas individualmente, mas que geram e afetam todo um conjunto social. Ou seja, uma integração dos poderes múltiplos de caráter pessoal que tende para um centro de decisão individual que fortalece ou não uma estrutura social.

Porém é difícil pensar na vasta obra de Foucault tendo em vista sua aplicação a um campo amplo, mutável e multifacetado como o consumo. Mas o que quero que você entenda em um exemplo prático. Hipoteticamente em um dia normal de trabalho, às 20h de uma quarta- feira, você decida voltar para casa a pé, porque sua casa não é tão distante de onde trabalha. Você preferiu caminhar a usar carro, táxi ou ônibus. Essa escolha individual (micro poder) tem um efeito nesses agentes econômicos: (carro>posto de gasolina>táxi>ônibus>funcionários>motorista>entre outros fatores) eles deixam de ganhar dinheiro. Por outro lado, nossa atitude de caminhar fora propositada em uma aposta por uma saúde melhor. A esse sistema produtivo pode ser incrementado numa cadeia de outras situações que perderam sua importância devido a decisão de caminhar.

Portanto, em cada uma de nossas escolhas, utilizamos uma carga de valores simbólicos objetivos ou subjetivos que nos fazem escolher ou optar por uma compra ou não, e elas adquirem dimensões na sociedade, na economia e na vida das outras pessoas, devido a sua única escolha. Assim, cada nova escolha individualista compete com muitas novas outras escolhas dentro de um nicho de mercado cada vez mais competitivo, contribuindo assim, dentro de um contexto social, fazendo com que nosso poder se manifeste em nossos atos e nas tomadas de decisão de compra.

Anúncios